COMUNICADO

O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje, unilateralmente, o contrato de trabalho com a TVI.

Ljubomir tinha um contrato de trabalho em vigor até ao final do ano, ao qual acrescia um valor dedicado pela produção dos seus programas. Tendo o Chef rescindido de forma unilateral, reserva-se agora a TVI o direito de ativar mecanismos legais que a salvaguardem, bem como aos anunciantes com quem havia compromissos assumidos no âmbitos dos projetos que envolviam Ljubomir Stanisic.

A TVI está surpreendida com este procedimento inusitado, no momento em que decorriam negociações entre as partes para a renovação do acordo global por mais dois anos. A TVI fez uma oferta e uma contra-oferta, dentro de valores considerados ajustados.

No início de 2020, Stanisic estabelecera já um novo contrato, em condições muito favoráveis e invulgares no mercado, para a produção de uma nova temporada de Pesadelo na Cozinha.

Por razões de saúde, um problema sério num joelho, e devido à Pandemia, não foi possível concretizar a produção, o que deveria suceder agora, com data marcada para 15 de Setembro, dentro do espírito de boa fé e do contratualmente definido entre as partes.

A TVI lançará, em breve, um novo programa do género.

A TVI preserva os bons momentos vividos, em conjunto, com Ljubomir Stanisic e deseja-lhe o melhor para o futuro e para as escolhas que fez.

INÊS CASTEL-BRANCO REGRESSA À TVI

Inês Castel-Branco regressa à TVI para integrar o elenco da sua próxima produção.

A atriz que começou a sua carreira na TVI em 2001 com a série Super Pai e que depois participou em várias novelas, bem como na série Morangos com Açúcar, vai agora protagonizar a próxima novela da TVI.

Inês Castel-Branco vai integrar também, num futuro próximo, outros projetos de ficção que fazem parte de uma estratégia da estação de diversificação de géneros, entre telefilmes, séries ou mini séries.

“É com imensa satisfação que vejo a chegada da Inês à TVI. Ela, além de uma excelente atriz, tem uma versatilidade que se adequa à nossa visão de futuro, relativamente à produção de ficção no Grupo Media Capital. Na TVI, temos um caminho traçado para a Inês e tenho a certeza que será um caminho de sucessos”, afirmou o Diretor Geral da estação, Nuno Santos.

Já a atriz revelou que este convite era irrecusável: “volto à TVI com uma personagem super interessante e num modelo de trabalho que me dará liberdade para fazer outros projetos. Que mais podia querer nesta fase da minha carreira?”

BETTY, A FEIA EM NOVA IORQUE CHEGA À TVI

 

Estreia a 10 de agosto e conta a história de uma jovem que luta para entrar na indústria da moda, mas é confrontada com um desafio ainda maior: encontrar o amor.

A história gira em redor de uma jovem mexicana (Elyfer Torres) que para alcançar os seus sonhos tem de superar os preconceitos onde a imagem é tudo.

Betty, a feia em Nova Iorque é uma novela americana produzida pela Telemundo e baseada na produção colombiana de 1999 – Yo Soy Betty, La Fea. Uma das novelas com maior sucesso mundialmente, exibida em mais de 100 países.

BIG BROTHER A REVOLUÇÃO

 

 

A TVI TEM MEMÓRIA

Teresa Guilherme é a apresentadora da próxima edição do Big Brother.

“O Big Brother faz anos em setembro. Que felicidade poder reviver e celebrar essa data que mudou a minha vida e a história da televisão em Portugal. Que bonito estar de volta!“, salienta a apresentadora com emoção.

A TVI mostra-se igualmente entusiasmada com este regresso, celebrando assim o formato de maior sucesso das últimas décadas em Portugal.

O regresso da Teresa coloca “um novo foco sobre o programa que será inovador na forma, mantendo a matriz de intervenção social que está hoje na base de um conteúdo tão transversal”.

Cláudio Ramos, apresentador da edição anterior começa agora a trabalhar no seu próximo projeto que será comunicado em breve.

A TVI agradece o seu empenho e os resultados alcançados nos últimos meses à frente do BB2020.

Setembro é já amanhã!

Jornalista João Fernando Ramos junta-se à equipa da TVI a partir de 1 de Setembro

 

 

A nova TVI que estamos a construir é um canal de televisão em aberto, uma Plataforma de conteúdos verdadeiramente nacional, inclusiva e capaz de unir os portugueses.

Afirmar a TVI nas diferentes regiões do país, estimulando a proximidade às pessoas, é uma das nossas missões.

Nesse sentido, a nova estrutura da TVI terá um responsável executivo pela nossa operação e expansão na região Norte do País.

O jornalista João Fernando Ramos, que nos últimos anos apresentou e coordenou o Jornal 2 na RTP2 e que foi considerado em 2019 um dos 10 jornalistas mais influentes, num estudo realizado pela Omnicom/Cision/UCP, vai coordenar a estratégia de implementação que visa dar ao Porto e ao Norte uma nova centralidade. Em articulação com o Diretor Geral, terá responsabilidades transversais, com o foco nas áreas de conteúdos.

Dou as boas-vindas e desejo o melhor ao João, que começa a trabalhar no próximo dia 1 de Setembro.

Diretor Geral da TVI

Nuno Santos

 

 

 

 

BIG BROTHER GRANDE FINAL

 

A TVI regressou ontem às vitórias e foi o canal mais visto, tanto no total dia (19,3% share), como no horário nobre (26,8% share).

 

Ontem o “Big Brother” liderou destacado do princípio ao fim da sua emissão, com uma audiência média de 1 milhão e 400 mil espectadores, para um share de 32,8% (vantagem de 52% em relação à SIC no mesmo horário).

O programa liderou dos 4 aos 74 anos, em todas as classes sociais e nos dois géneros.

No principal target comercial ABCD 15/54, o BB conseguiu que a distância fosse ainda maior, tendo obtido mais do dobro de quota neste alvo. A TVI fechou com uma quota de 32,5% contra 15,1% da SIC.

O pico máximo de consumo televisivo ontem foi na TVI às 22h49, com mais de um milhão e meio de espectadores no programa “Big Brother – Última Noite”.

Outro dos destaques da noite, vai para o “Big Brother – o Vencedor” com 27% share, que liderou ao longo de todo o seu horário de exibição.

Ontem, a TVI ocupa o lugar cimeiro do ranking de programas, ao colocar três programas nas primeiras posições.

 

Foram 13 semanas de BB, que apaixonaram os portugueses, com uma audiência média superior a 1 milhão de espectadores e uma quota de 26%.

  

NOTA: Tipo de Audiência Total Dia

Fonte: CAEM/GfK

TVI é o canal que mais cresce e alcança o melhor resultado desde junho 2019

A TVI foi o canal generalista que mais cresceu em relação ao mês anterior e fechou julho com um share de 15,5% (target universo), o seu melhor resultado desde junho de 2019. No horário nobre a TVI alcança um share de 18,4%.

Outro dos destaques do mês, vai para o target comercial ABCD 15/54 anos, com uma quota de 11,9%, que representa o melhor resultado desde maio de 2019.

O “Big Brother”, perto da sua reta final, reafirma-se como o programa preferido dos portugueses nas noites de domingo (1 milhão 115 mil espectadores e uma quota de 27,2%). De salientar a vantagem esmagadora (cerca de 50% em relação ao canal concorrente) da Gala do “Big Brother” no target comercial ABCD 15/54. A TVI disputa também a liderança nas noites de segunda a sexta-feira. Neste caso em particular a TVI quase que duplicou a sua quota na faixa. Das 18 às 20 horas, a TVI obtém também um crescimento considerável, acima dos 30%.

Na ficção, continua o bom desempenho da novela “Quer o Destino”, vista diariamente por 1 milhão e 100 mil espectadores (share de 22,2%). A reedição de “Espírito Indomável – A Série” também tem alcançado excelentes resultados, tendo sido vista em média por 685 mil espectadores.

Outro dos destaques do mês é o “Você na TV”, com um crescimento de 16% em relação ao mês anterior. O “Jornal da Uma”, foi o único bloco noticioso da hora do almoço a crescer, fechando o mês de julho com meio milhão de espectadores em média por dia.

O canal TVI Reality continua a revelar-se um dos preferidos dos portugueses. Se analisarmos apenas os canais do cabo, é o 3º canal do top. Foi também o 6º do ranking geral este mês, com 2,2% de share (audiência média diária de 50 mil espectadores). De referir que o canal está disponível em exclusivo na MEO e NOS.

 

NOTA: Tipo de Audiência Total Dia

Fonte: CAEM/GfK

Cidade FM faz emissão especial para a casa do Big Brother

 

 

 

Acção vai contar com uma actuação do grupo “I Love Baile Funk” e com uma hora e 45 minutos de animação numa emissão especial transmitida em exclusivo para dentro da Casa.

Mesmo quase a chegar ao final, o Big Brother 2020 vai receber a CIDADE FM para uma emissão muito especial transmitida em exclusivo para dentro da Casa mais famosa do país. Esta acção acontece já amanhã, dia 1 de agosto, e consiste numa simulação de uma emissão da rádio, apenas transmitida para dentro da casa do Big Brother e com a atuação do grupo “ I Love Baile Funk”.

Esta animação especial para os concorrentes que estão na Casa do Big Brother realiza-se entre as 18h15 e as 20h, com várias intervenções em direto na TVI, e dinâmicas com os concorrentes, para um final de tarde muito divertido dentro da Casa.

“Agradecemos à TVI a oportunidade para poder ativar a Cidade FM no BB2020, programa de referência na televisão portuguesa, que a Cidade decidiu apoiar desde a primeira hora. Para nós é muito importante poder estar presente num horário de prime time, que muito ajuda a reforçar o nosso posicionamento e a notoriedade da Cidade FM”, afirma o diretor da CIDADE FM, Manuel Cabral.

I LOVE BAILE FUNK

 Nos últimos anos, o funk piscou o olho e deu uma rebolada mainstream tornando-se num dos movimentos culturais com mais relevo na cultura pop da atualidade. Passou de música a forma de estar na vida, em Portugal pelo conceito I Love Baile Funk. A festa que junta as duas margens do Atlântico .

 Com o DJ André Henriques e o MC Gonçalo Roque ao leme, a última Summer Tour correu 14  cidades de Portugal Continental e Ilhas, somando em palco mais de 150 mil espectadores. Os lives durante a quarentena no Pijama Club da Cidadefm, tiveram mais de 445mil pessoas a dançar.

 O I Love Baile Funk é uma marca versátil. Além de show, tem um programa de rádio semanal na rádio Cidadefm intitulado Baile na Cidade.  Tem também temas originais e remisturas de música, como o #Sextou, com No Maka e Favela LaCroix

 

CIDADE FM

*só se quiseres

Lisboa (91.6 FM / 106.2 FM)

Porto (107.2 FM)

 

SITE: http://cidade.iol.pt/

Rádio Comercial estreia rubrica sobre o que a Europa anda a fazer pelos portugueses

 

O que é que a Europa anda a fazer para combater a pandemia? O que é que o Parlamento Europeu está a fazer para proteger os nossos empregos e empresas? O Parlamento Europeu já ajudou o nosso país no combate à Covid-19? Estas e muitas outras questões sobre várias áreas e temas têm agora resposta na Rádio Comercial, todos os sábados, às 11h, na rubrica “Estou sim? É da Europa?”.

A nova rubrica da Comercial, que tem início amanhã, 1 de agosto, surge a partir de dúvidas que foram aumentando com a situação causada pela pandemia e a resposta dada pela Europa mas vai muito além das questões relacionadas com a Covid-19. Vão ser 14 episódios de cerca de um minuto, emitidos todos os sábados até 31 de outubro.

“Estou sim? É da Europa?” é uma rubrica só com questões práticas para os cidadãos. Todos os sábados é lançada uma pergunta que, depois do noticiário das 11h, é respondida pelos jornalistas Nuno Castilho de Matos e Paulo Alexandre Santos, de forma simples, informal, e focada naquilo que interessa aos cidadãos.

A rubrica fica depois disponível no site para ser ouvida da mesma forma que um podcast.

Mais informação em Rádio Comercial.

COMUNICADO DO GRUPO MEDIA CAPITAL

A Media Capital tomou hoje conhecimento, através da comunicação social, da existência de uma carta enviada pela Impresa e pela SIC à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), pedindo para intervir no processo em que o Conselho Regulador está a analisar as mudanças na estrutura da TVI e deixando um conjunto de questões relacionadas com o novo acionista e com o CEO da Media Capital. A este propósito, cumpre-nos esclarecer o seguinte:

– A Media Capital não foi notificada da existência de qualquer procedimento administrativo desencadeado pelo Regulador, nem chamada a prestar qualquer esclarecimento. Não teve, por isso, oportunidade de se defender, em sede própria, dos ataques lançados indiscriminadamente na praça pública contra a TVI;

– O Grupo Media Capital e a TVI comunicaram à ERC, num rigoroso respeito pelos prazos legais, as alterações ocorridas tanto na estrutura acionista como nos órgãos sociais. Tendo cumprido a legislação aplicável ao setor da comunicação social, nomeadamente a Lei da Televisão, a Lei da Rádio e a Lei da Transparência, a Media Capital recorda que é livre de escolher as pessoas que desempenham funções no âmbito da gestão da sua atividade;

– Mesmo sem conhecer, em concreto, as questões suscitadas pela Impresa e pela SIC junto da ERC, a Media Capital sublinha que o referido Administrador Delegado desempenha aquelas funções no Grupo Media Capital e é Presidente da TVI em consonância com as regras da transparência da titularidade e da gestão, aplicáveis às entidades que prosseguem atividades de comunicação social. Acresce que nada impede que os administradores dos Media possam desempenhar ou acumular funções no âmbito de diferentes atividades. É o que tradicionalmente acontece com os outros Grupos de Media, sem qualquer manifestação por parte da ERC.

Por fim, a Media Capital regista que esta iniciativa não difere de outras levadas a cabo recentemente pelo Grupo Cofina, numa tentativa de instrumentalização da ERC e com o objetivo de lançar sobre o Grupo Media Capital suspeitas de irregularidades inexistentes. Neste caso concreto, recorrendo à construção de um artifício legal, o Grupo Impresa procura apenas atacar um concorrente direto na área da televisão, tudo isto numa altura em que a robustez e a sustentabilidade financeira dos Grupos de Media deviam ser a sua principal preocupação.

Queluz, 30 de julho de 2020