“A CRISE DAS NOSSAS VIDAS: 10 ANOS DEPOIS ELES VÃO VIVER A CRISE NOVAMENTE

  • José Sócrates, Pedro Passos Coelho, Durão Barroso, Paulo Portas, Fernando Teixeira dos Santos, Maria Luís Albuquerque e António de Sousa revelam os bastidores da crise económica e financeira que afetou Portugal;

  • Série documental de cinco episódios que será transmitida de segunda a sábado no Jornal das 8 conta histórias dos portugueses afetados pela crise que tentam refazer a vida dentro e fora do país;

“É, talvez, a crise mais importante das nossas vidas”. Esta é apenas uma das afirmações de José Sócrates, primeiro-Ministro em funções quando a crise assolou Portugal, em declarações à TVI. Também Pedro Passos Coelho, Durão Barroso, Paulo Portas, Fernando Teixeira dos Santos, Maria Luís Albuquerque contam na primeira pessoa como lidaram com um dos períodos mais negros da história recente de Portugal, com vários episódios de bastidores, erros cometidos na altura e agora admitidos, sem esquecer as lições que ficam para o futuro. Depoimentos que totalizam mais de 15 horas de gravação.

“A crise que começou em 2008 foi de todos, mas para todos teve peso diferente e, em alguns casos, um peso ainda difícil de carregar. É evidente que há ainda um claro e definido antes e depois da crise das nossas vidas”, conta Isabel Loução Santos, jornalista da TVI, autora deste trabalho. Paulo Ferreira, jornalista, também autor desta série documental, considera que “com este trabalho, 10 anos após o início da crise financeira, pretendemos fazer uma segunda prova, mais organizada, distanciada, refletida e autêntica. Era essencial ouvir de novo os principais protagonistas políticos que, na generalidade, estiveram disponíveis para falar”.

“A Crise das Nossas Vidas” é uma série documental de cinco episódios, que serão transmitidos entre os dias 15 e 20 de abril no Jornal das 8 da TVI.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

COMUNICADO TVI

A Direção de Informação e a Direção de Programas da TVI dispensam, com efeitos imediatos, toda e qualquer colaboração de Pedro Proença, advogado e até agora comentador da estação.

Esta decisão editorial resulta do recurso apresentado por este advogado na defesa de um seu constituinte condenado a 8 anos de prisão por um crime de violação da sua filha.

As razões evocadas pela Defesa são contrárias aos valores e princípios que orientam a TVI na abordagem a um dos problemas mais sensíveis e gritantes da nossa sociedade: a violência doméstica. Porque assentam numa discriminação inaceitável, da condição de mulher e de mãe, que no entender do criminoso e do seu advogado compromete a isenção da Juíza.

Não está em causa a liberdade do exercício da profissão que cada um escolhe. Nem questionamos o facto de qualquer cidadão ter evidentemente o direito à sua defesa.

Mas também não abdicamos da nossa própria liberdade editorial e da responsabilidade social que lhe está inerente. Ao dispensá-lo do seu espaço de comentário semanal no programa “Prolongamento” da TVI24 e das presenças regulares do programa “A Tarde é Sua” no canal principal, as direções de Informação e de Programas da TVI estão a dar um sinal inequívoco: a recusa de, nesta ou em qualquer outra circunstância, permitir que as suas antenas promovam colaboradores que se vinculem a princípios que repudiamos e consideramos nocivos à sociedade que queremos.

Em todo o caso, a TVI não pode deixar de agradecer a disponibilidade e empenho que Pedro Proença sempre revelou nestes quarto anos de colaboração nos diversos espaços de análise e comentário em que participou.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

CINEBOX

Hellboy” está de volta ao Cinema e também está no CINEBOX desta semana em exclusivo nacional. Em Londres, o ator David Harbour conta como foi encarnar o super-herói “infernal”. Em Braga, os técnicos de uma empresa portuguesa mostram como criaram parte dos efeitos especiais.

Com o selo dos estúdios Laika, vem aí “Mr. Link”, uma criatura improvável com a voz de Zack Galifianakis numa aventura animada com a técnica “stop-motion”. Também quase a chegar, está “Long Shot”; é a primeira comédia romântica de Charlize Theron e ela explica porquê, ao lado de Seth Rogen, em Las Vegas.

Ainda em Maio, “Godzilla” vai voltar mais monstruoso do que nunca e a medir forças com outros monstros gigantes. O novo “Joker”, interpretado por Joaquin Phoenix, só chega em outubro mas já é claro que nada tem a ver com as versões anteriores.

Só vendo, esta semana, no CINEBOX com Vítor Moura.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

NOVELA DA TVI ESTREIA NA TF1 – O CANAL LÍDER EM FRANÇA

 

8 de Abril será a data de estreia da novela da TVI “A Impostora” no canal francês TF1. A novela será emitida de 2º a 6ª feira de manhã na antena da televisão líder em França.

É a primeira vez que em França um canal aberto nacional transmite uma novela portuguesa. A novela vai ser dobrada em francês e terá o título: “La vengeance de Veronica”.

A par do canal principal, a novela será igualmente emitida no TF1 Séries Films, canal detido por este grupo francês de comunicação, um dos mais importantes da Europa.

Mais a sul, “A Impostora” vai também ser emitida pela líder no mercado Argentino, o canal de televisão Telefe, um dos maiores produtores de conteúdos de ficção da América Latina.

Já “Ouro Verde”, após conquistar o Emmy Internacional de Melhor Telenovela no ano passado, foi vendida para o Brasil para SVOD. O Brasil junta-se a mais 32 territórios do mundo onde a novela está a ser emitida: do Médio-Oriente (onde foi dobrada em Árabe), à Galiza, ou à Letónia.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

CINEBOX

Na semana em que começou a pré-venda de bilhetes para “Endgame”, os Vingadores estão no CINEBOX. Nos bastidores da rodagem, eles explicam porque é que o novo super-filme da Marvel é o mais dramático de todos.

Finalmente em cartaz, está “Diamantino”, uma comédia que é uma sátira que é uma fantasia com Carloto Cotta no papel de um craque do futebol inspirado em Cristiano Ronaldo. Temos a reportagem da estreia mundial em Cannes.

Dentro de poucos dias é o “Parque das Maravilhas” que abre portas nos cinemas. Vasco Palmeirim é uma das vozes da versão dobrada em Português e apresenta a aventura animada para toda a família.

Na primeira semana em cartaz, “Dumbo” foi o filme mais visto em todo o País. Michael Keaton e Danny DeVito lembram que já não é a primeira experiência com Tim Burton e… Marisa Liz canta um tema da banda sonora!

Só vendo, esta semana, no CINEBOX com Vítor Moura.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

TVI INTERNACIONAL E TVI FICÇÂO EM NOVA PLATAFORMA NA SUIÇA – SWISSCOM

 

 

A TVI Internacional e a TVI Ficção estão disponíveis em mais uma operadora na Suíça, a SWISSCOM.

A SWISSCOM é a 5ª plataforma a emitir a TVI Internacional e a 3ª a distribuir a TVI Ficção no território suíço.

Os canais da TVI estão disponíveis, desde 26 de Março, n  o novo pacote português da operadora.

A SWISSCOM é a segunda mais importante operadora da Suíça e está disponível em todas as grandes cidades onde vive a grande maioria, dos mais de 270 mil portugueses residentes na Suíça.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

TVI MANTÉM A LIDERANÇA NO PRIME-TIME

Ficção da TVI continua a ser a preferida dos Portugueses com “Valor da Vida”, a novela mais vista, e “A Teia” que reforça a liderança no seu horário de exibição;

“Gente Que Não Sabe Estar” de Ricardo Araújo Pereira continua a liderar nas noites de domingo;

“Começar do Zero” já conquistou 1 milhão de espetadores.

A TVI continua a reforçar a liderança no prime-time ao registar 22,1% no Universo. No principal target comercial, Adultos – também em prime-time -, a TVI lidera, com um share de 22,5%, de acordo com os dados da GfK. No final do 1º trimestre a TVI lidera destacada o Prime time com 22.8% de share no Universo e de 23.2% em Adultos.

Março foi um mês marcado pela estreia de “Começar do Zero” que à data já alcançou uma audiência média de 1 milhão de 5 mil espetadores e um share de 21.8%. Ainda ao domingo à noite, “Gente Que Não Sabe Estar” de Ricardo Araújo Pereira, continua a reforçar a liderança durante o seu horário de exibição, alcançando uma audiência média de 1 milhão 283 mil espectadores e um share de 25,8%.

Também o “Jornal das 8” mantém a liderança com 951 mil espectadores e um share de 20,7%, contribuindo o jornalismo de investigação para estes resultados. “Ana Leal” atingiu uma audiência média de 1 milhão e 61 mil indivíduos, a que corresponde uma quota de mercado de 21.8%. Já “Alexandra Borges” obteve 1 milhão 150 mil espectadores e 24,0% de share e “O Deus e o Diabo” apresentado por José Eduardo Moniz, conquistou 899 mil espetadores.

Há 14 anos, a ficção da TVI continua a ser a preferida dos Portugueses. Em março, “Valor da Vida”, foi a novela mais vista, registando uma audiência média de 1 milhão 48 mil espectadores e um share de 23,5%. Também “A Teia”, lidera no seu horário de exibição, com uma audiência média de 800 mil espectadores e um share de 24,1%.

No Desporto, em março, a TVI trouxe às televisões portuguesas a transmissão exclusiva da “Liga dos Campeões”, que obteve um share líder de 42,8% com base numa audiência média de 2 milhões e 112 mil indivíduos. No target masculinos, o share subiu para 50,9%.

Destaque, ainda, para o regresso o programa “Conta-me Como És” que liderou no seu horário com uma audiência média de 410 mil espetadores.

​​​NOTA: Tipo de Audiência Total Dia.​

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL, ALTICE PORTUGAL E TVI JUNTAS NO APOIO A MOÇAMBIQUE

 

 

 

A FPF, a Altice Portugal e a TVI unem-se numa ação de solidariedade para com Moçambique, através de várias iniciativas concretas que têm como fim a recolha de fundos para as vítimas do ciclone Idai.

Durante esta sexta-feira e sábado (29 e 30 de março), dezenas de voluntários e personalidades conhecidas vão atender as chamadas no call center instalado na Cidade do Futebol. A Altice Portugal é parceira histórica da FPF e apoiará esta iniciativa através da montagem, coordenação e suporte técnico ao call center e disponibilizando, paralelamente, também o número 761 200 200, cujo valor de cada chamada, 1 euro por minuto (+IVA), representará uma doação para esta causa.

Assistir ao jogo inédito de Futebol Feminino (Benfica x Sporting) no Estádio do Restelo, sábado (dia 30 de março) às 16h, é outra forma de contribuir para esta causa, já que, ao valor angariado através das linhas telefónicas, é acrescentado o montante da receita líquida do jogo, cujo preço dos bilhetes é de 2,5 euros. O jogo será transmitido em direto na TVI, que assim se associa a esta iniciativa solidária, sendo media partner de toda a ação.

O Presidente da FPF sublinhou o trabalho conjunto entre clubes, empresas e televisão: “Tal como no futebol, trabalhámos em equipa, com Sporting CP, SL Benfica, CF Belenenses, Altice Portugal e TVI, para podermos, dentro das nossas capacidades e diferentes áreas de ação, oferecer a nossa ajuda incondicional ao povo moçambicano, tão sacrificado pelos terríveis acontecimentos deste mês de março. A FPF tem fortes responsabilidades sociais e a obrigação de assumir sempre um papel dinamizador e agregador na ajuda ao próximo. Resta-me agora apelar a que todos os portugueses participem neste grande jogo de futebol e demonstrem toda a solidariedade para com o povo irmão de Moçambique”.

Alexandre Fonseca, Presidente Executivo da Altice Portugal, destaca a importância do setor empresarial se associar e apoiar este tipo de ações, sendo que “a Altice Portugal tem vindo a assumir um importante e inequívoco compromisso com a sociedade: o compromisso de intervenção social, seguindo um caminho de integração, inclusão, dando o exemplo, através do lançamento de reptos que envolvam os portugueses em causas que nos dizem a todos, como é presentemente o caso do apoio às Vítimas do Idai em Moçambique. A Altice Portugal tem várias iniciativas para apoiar Moçambique e, tendo em conta a parceria histórica com a FPF, não poderíamos deixar de nos associar a mais esta.”

Rosa Cullell, CEO da Media Capital lembra que “a TVI, não pode ser alheia a estes acontecimentos que fustigam populações inteiras. É altura de todos juntos, ajudarmos a devolver a esperança a um povo irmão que precisa de ajuda para reconstruir as suas vidas.

A Media Capital, ciente do seu papel de responsabilidade na sociedade civil, não podia deixar de se associar à Federação Portuguesa de Futebol e à Altice Portugal numa iniciativa que por certo contribuirá de forma decisiva para conseguirmos angariar a maior ajuda possível. É esta a missão que temos todos pela frente e por isso, espero que este jogo confirme o espírito de solidariedade dos portugueses para com a catástrofe que assolou Moçambique”.

 

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

CINEBOX

Kevin Costner está no CINEBOX deste fim-de-semana com um filme novo.

Entrevistado por Vítor Moura em Madrid, o ator apresenta a “Emboscada Final” de Bonnie e Clyde, comenta a expansão do mercado do streaming e faz o balanço de mais 3 décadas a trabalhar em Hollywood.

Shazam” é o próximo super-herói da DC Comics a dar o salto para o Cinema. A poucos dias da estreia nacional, importa conhecer os protagonistas desta super comédia de ação.

Também quase a chegar, está “Samitério de Animais”, a adaptação do livro homónimo de Stephen King que se tornou um clássico do terror.

Ainda nesta edição, o regresso nostálgico de “O Carteiro de Pablo Neruda” numa versão restaurada, 25 anos depois…

E o próximo “Toy Story” com os brinquedos animados que já conhecemos e mais um… chamado Forky.

Só vendo, este fim-de-semana, no CINEBOX!

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

As equipas femininas principais de SL Benfica e Sporting CP vão disputar um jogo solidário para Moçambique no próximo dia 30 de março, no Estádio do Restelo.

O jogo, que será o primeiro dérbi entre as equipas femininas dos dois clubes históricos, está agendado para as 16 horas do próximo dia 30 de março, terá transmissão em direto na TVI e toda a receita líquida reverte para a ajuda a Moçambique, que enfrenta uma catástrofe que a todos entristece.

Os bilhetes para assistir ao jogo do Restelo terão preço único de 2,5 euros.

A partida será organizada pela FPF e em jogo estará o Troféu Vicente Lucas, internacional português nascido em Moçambique, nome essencial da história do CF «Os Belenenses» e um dos magriços de 1966.

Além do apoio de SL Benfica e Sporting CP, o jogo solidário conta com o suporte do CF «Os Belenenses» que cede o Estádio do Restelo, da Associação de Futebol de Lisboa e do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol.

Em declarações ao site fpf.pt, Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol agradeceu aos dois clubes a disponibilidade revelada para este jogo. «É com um sentimento, por um lado, de grande consternação e, por outro, de enorme gratidão que a FPF anuncia a realização de um jogo de solidariedade entre as equipas femininas do Sporting CP e o SL Benfica, a realizar no Estádio do Restelo, e cujas receitas líquidas reverterão na totalidade para a ajuda ao povo moçambicano e às vítimas da terrível tragédia ocorrida na cidade da Beira.
Gostaria de agradecer penhoradamente aos dois clubes a imediata disponibilidade revelada para esta ação concertada de responsabilidade social e igualmente sublinhar que procuraremos, através de outras ações complementares, ajudar a que possam, pelo menos, ser minorados os efeitos desta tragédia.

Nesta altura de grande tristeza, relembro ainda os laços que unem umbilicalmente os dois países e deixo, em nome de todo o futebol português, uma palavra de grande solidariedade a todos os moçambicanos. Juntos, estou certo, conseguiremos ajudar à recuperação do vosso país ».

Luís Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica, apelou à forte mobilização dos adeptos.

«O primeiro clássico dos clássicos entre as equipas principais de futebol feminino de duas instituições com a história e dimensão do Sport Lisboa e Benfica e Sporting Clube de Portugal estar associado a uma causa com esta dimensão, num dos momentos mais difíceis por que passa o povo irmão de Moçambique, dignifica todas as entidades que se envolveram nesta iniciativa. Todas as ajudas a Moçambique serão poucas e deixo um apelo para a mais forte mobilização em torno de um jogo que estou certo será um tributo que ficará para sempre como um gesto exemplar».

Frederico Varandas, presidente do Sporting Clube de Portugal, salientou o espírito solidário da iniciativa.

«O Sporting Clube de Portugal é uma instituição desportiva de excelência e com uma vertente de responsabilidade social bem vincada e que faz parte do ADN do Clube desde a sua fundação. Nesse sentido, aceitámos de imediato o convite da Federação Portuguesa de Futebol e juntámo-nos a esta causa. Será com um enorme prazer e espírito solidário que as nossas bicampeãs nacionais vão entrar em campo, no dia 30 de março, para ajudar as vítimas da tragédia ocorrida em Moçambique, um país que diz muito ao Sporting CP. Este é o primeiro dérbi feminino entre as principais equipas do Sporting CP e do SL Benfica, mas é também um excelente motivo para que o Desporto se una de forma a atenuar a dor do povo moçambicano. Contamos com a solidariedade de todos. Ajudar quem precisa está acima de tudo!»

Rosa Cullell , CEO do Grupo Media Capital , declarou a respeito desta iniciativa:
«Este jogo de futebol feminino entre os dois grandes, Benfica e Sporting, reveste-se da maior importância face à tragédia que se abateu sobre o povo moçambicano, e será bem maior que as quatro linhas do campo. Terá a responsabilidade de ajudar Moçambique após a tragédia provocada pelo ciclone” Idai”, o que, neste momento, é um imperativo nacional. A TVI associa-se a esta iniciativa com a Federação Portuguesa de Futebol e agradece aos clubes e às suas equipas que se disponibilizaram de imediato para este encontro inédito».

Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores, lembrou a relação com Moçambique.

«A relação com Moçambique é, mais do que fraterna, uma expressão da lusofonia e por isso toca-nos muito particularmente esta tragédia. Os jogadores e jogadoras de futebol, desporto que reforça a identidade cultural entre os dois países, não podem deixar de estar solidários. A família do futebol deve unir-se por causas e o Sindicato deixa uma mensagem de total disponibilidade para com o povo de Moçambique».

Nuno Lobo, presidente da AF Lisboa, sublinhou a honra por participar nesta iniciativa. «É com enorme honra que a AF Lisboa se associa desde a primeira hora a esta iniciativa solidária com o povo moçambicano. Todos os portugueses devem sentir orgulho pelo facto de o futebol servir causas tão nobres como esta e estar na primeira linha de medidas de ajuda concretas. Ajudar alguém, neste caso um povo com quem temos profundos laços históricos, significa também ajudar-nos a nós próprios, naquilo que mais temos de humano. A AF Lisboa compromete-se assim totalmente com esta iniciativa da FPF, saudando desde já os seus dirigentes pela oportunidade e rapidez com que resolveram atuar em prol de um mundo mais solidário, à semelhança aliás do que já sucedeu no passado. Num estádio histórico, com dois dos maiores símbolos nacionais no relvado, apadrinhados pelo nosso Vicente Lucas, temos, agora, a bola do nosso lado! Vamos todos participar!»

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn