CINEBOX

Já aí está o filme sobre o jovem Han Solo. Em dois anos, é o segundo “spin-off” da saga “Star Wars” e os protagonistas estão no CINEBOX desta semana. É um exclusivo com Alden Ehrenreich, Emilia Clarke e o realizador Ron Howard no lançamento mundial de “Solo: Uma História de Star Wars” no Festival de Cannes.

Também em Cannes, Joana Ribeiro brilhou na passadeira vermelha de “O Homem que matou Dom Quixote”. A participação no filme de Terry Gilliam é o pretexto para a retrospetiva dos outros papéis da atriz no Cinema. Ainda em Cannes, João Salaviza ganhou um prémio com “Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos”; a entrevista sobre a rodagem com índios brasileiros é outro exclusivo TVI.

O Labirinto da Saudade” é o livro em que Eduardo Lourenço pensa sobre Portugal e os portugueses. A adaptação ao cinema tem a assinatura de Miguel Gonçalves Mendes e o ensaísta é simultaneamente narrador e intérprete de si próprio. Temos encontro marcado com ele e com alguns amigos que têm participações especiais como Pilar Del Rio e Lídia Jorge.

Com estreia marcada para o final deste ano, está a nova adaptação do “Livro da Selva” em imagem real e com captura de movimento em ambiente digital. A realização é de Andy Serkis que também dá voz a um dos personagens animados, ao lado de várias estrelas de Hollywood como Benedict Cumberbatch ou Cate Blanchett.

Só vendo, esta semana, no CINEBOX. Como sempre, com Vítor Moura e Maria João Rosa.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

“NXT, O PRÓXIMO PASSO”

 

Esta semana no programa “NXT”, destaque para os videojogos. Fomos ao lançamento português de “Detroit: Torna-te Humano”, onde estivemos à conversa com o diretor criativo Gregorie Diaconu. Recuperamos ainda a história da Quantic Dreams para perceber como o jogo surgiu de uma “demo” para a PS3.

Espreitamos ainda a empresa portuguesa que está a usar videojogos para melhor formar os trabalhadores, e conhecemos as ligas fantasia que começam a ganhar terreno na Europa – especificamente a RealFevr que está a colaborar com o Mais Futebol e a Liga Portuguesa de Futebol.

Não dá propriamente para os jogos mais pesados, mas testámos ainda o novo Wiko View 2, que estreia os ecrãs panorâmicos e o “notch” na marca francesa.

“NXT, O Próximo Passo”, sábado dia 26 de maio na TVI24.

Porque o Futuro já não é o que era.

 

 

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

MARIZA EM EXCLUSIVO NA TVI24

É já no domingo, no “Estúdio 24”, que Mariza vai mostrar-nos alguns dos novos temas do novo disco que se chama simplesmente “Mariza”.

Mariza na TVI24, ao vivo, antecipa também um pouco do que a irá levar aos Coliseus do Porto e de Lisboa.

“ESTÚDIO 24”  é uma parceria Rádio Comercial/TVI24, com apresentação de José Carlos Araújo, domingo à noite, na TVI24.

 

 

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

CINEBOX

A sequela do primeiro filme do “Deadpool” já está nos cinemas. No CINEBOX desta semana, vamos à antestreia em Nova Iorque onde Ryan Reynolds garantiu que a história que se conta é para toda a família, apesar do humor negro e nem sempre politicamente correto.

Adam Driver foi uma das estrelas do Festival de Cannes com dois filmes da seleção oficial. Por um lado, é confundido com Sancho Pança em “O Homem que matou Dom Quixote” de Terry Gilliam. Por outro, infiltra-se no Ku Klux Klan às ordens de Spike Lee; a história de “BlacKkKlansman” é inspirada em factos reais e justifica a entrevista ao ator.

Ainda em Cannes, também em exclusivo nacional mas em português, a consagração de “Diamantino” com o Grande Prémio da Semana da Crítica, um dos eventos paralelos do maior festival de cinema do mundo. Qualquer semelhança entre o protagonista e Cristiano Ronaldo, não é pura coincidência, como explica o realizador Gabriel Abrantes.

A poucos dias da estreia de “Solo: Uma História de Star Wars”, temos uma visita à Millennium Falcon guiada por Donald Glover, o ator que herdou de Billy Dee Williams o personagem Lando Carlissian. Em Paris, temos encontro marcado com Isabelle Huppert a propósito de “Madame Hyde, a mais recente adaptação do clássico “Dr.Jekyll & Mr.Hyde”.

Também a não perder: as primeiras imagens do biopic de Freddie Mercury. Depois de vários contratempos, “Bohemian Rhapsody” entrou finalmente em pós-produção com Rami Malek a encarnar o lendário vocalista dos Queen.

Só vendo, esta semana, no CINEBOX. Como sempre, com Vítor Moura e Maria João Rosa.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

REPÓRTER TVI – “MISSÃO ALASCA”

Foi das gélidas águas do Golfo do Alasca que vieram para o Oceanário de Lisboa as lontras Eusébio e Amália.

Vinte anos depois, a TVI voltou ao local para acompanhar uma missão complexa e delicada de cientistas portugueses que foram ao outro lado do mundo para tentar trazer para Portugal as novas jóias da vida animal: Odiak e Kasilof.

Elas irão fazer as delicias de milhões de crianças e adultos.

Um trabalho que acompanhou meses de trabalho e ansiedade para resgatar duas vidas que pareciam condenadas à morte.

“MISSÃO ALASCA, uma grande reportagem de Paulo Salvador, com imagem de João Pedro Matoso, Tiago Donato, Paulo Salvador e edição de Pedro Guedes.

Repórter TVI, a não perder, no Jornal das 8, terça-feira, dia 22 de maio.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

“NXT, O PRÓXIMO PASSO”

Esta semana no programa “NXT”, destaque para o I/O da Google, que vai apostar tudo na inteligência artificial, e para a ZTE que anunciou que ia fechar portas devido às recentes sanções dos Estados Unidos, por causa dos negócios com o Irão.

Testamos o novo Asus Zenfone5, e espreitamos a coreografia dos robôs da SEAT e a indústria de reciclagem de aparelhos na Coreia do Sul – a chamada “mineração urbana”.

Na área dos videojogos, mostramos o terceiro trailer de “Red Redemption II” da “Rockstar Games”, com lançamento marcado para 26 de outubro.

“NXT, O Próximo Passo, sábado, dia 20 maio na TVI24.

Porque o Futuro já não é o que era.

 

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

REPÓRTER TVI – “AMORES REAIS”

A monarquia tem mudado nas últimas décadas na Europa. Os casamentos reais deixaram de ser alianças políticas e passaram a ser uniões entre diferentes classes sociais.

Uma alteração que acompanha o evoluir das sociedades modernas mas que levanta algumas questões por parte dos mais conservadores. Em causa estão diferenças na formação e na educação entre um casal que representa um país e que está constantemente sob o olhar atento do mundo. Estes enlaces exigem uma aprendizagem de regras comportamentais e de protocolo por parte de quem entra nas famílias reais. São tempos de transição em que os casamentos por dever dão lugar aos casamentos por amor.

“AMORES REAIS”, uma grande reportagem de Ana Filipa Nunes, com imagem de João Franco e Nuno Lopes e edição de Pedro Guedes.

Repórter TVI, a não perder, no Jornal das 8, esta sexta-feira, 18 maio.

 

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

“Pedro Barroso confessa -se a Fatima Lopes aos olhos de cerca de 600 mil espectadores”

 

O programa “Conta -me como És”, emitido na TVI ao sábado a tarde, contou ontem com a participação de Pedro Barroso. Uma audiência media de 596 mil espectadores acompanharam o seu emotivo testemunho de vida, dando -lhe 21,8% de share medio, segundo os dados GFK.

O público feminino deu -lhe a preferência sobre a opção da concorrência no mesmo horário, bem como os espetadores do norte (280 mil) e centro do pais (177mil)

Na próxima semana Sofia Ribeiro, ocupará este espaço, numa conversa onde a atriz fala sem rodeios sobre as principais motivações em relação à vida.

 

 

 

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

“CINEBOX”

A Guerra do Infinito” já é o segundo filme mais visto do ano em Portugal. Mas a ausência aparente de dois Vingadores está a levantar uma questão. As respostas possíveis de Scarlett Johansson, Benedict Cumberbatch e Chris Hemsworth abrem o CINEBOX desta semana.

No Festival de Cannes, “O Homem que Matou Dom Quixote”, de Terry Gilliam, mantém-se como filme de encerramento. A batalha legal pelos direitos está, no entanto, para durar, como conta a Maria João Rosa a partir da Croisette.

Jean Dujardin não faz filmes em Hollywood nem está muito interessado, mesmo com um Óscar lá em casa. A entrevista é exclusivo em Paris, a propósito da estreia do “Quebra Corações”. Quase a chegar às salas, está o segundo filme do Deapool. Céline Dion tem um tema novo na banda sonora e a gravação foi, no mínimo, insólita.

Só vendo, no CINEBOX, com Vítor Moura.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

REPÓRTER TVI – “MAIO DE 68 – PEDRADAS NO CHARCO”

Em Maio de 1968, Paris era a segunda cidade portuguesa, a seguir a Lisboa. Eram perto de 1 milhão… homens, mulheres e crianças… os portugueses que viviam na Grande Paris, a maioria em bairros de lata, os “bidonville” dos subúrbios da cidade. Mas havia também os políticos: agitadores anti-salazaristas, refugiados e exilados, muitos deles fugidos à guerra colonial.

O dramaturgo e encenador Hélder Costa era um deles. Estudava na Sorbonne e agitava onde podia, das fábricas aos cafés parisienses. 50 anos depois, Hélder Costa faz com a TVI o roteiro do Maio de 68, do Bairro Latino à Gare de Austerlitz, passando pelo Boulevard Saint Michel e pela Universidade da Sorbonne.

Sempre libertário, Hélder recorda a agitação e as cargas da polícia, e de como ensinou colegas estudantes a fazer cocktails Molotov. Na altura, muitos operários portugueses tiveram medo. Podiam ser expulsos para Portugal. A verdade é que a poesia, a imaginação e a revolta tomaram conta das ruas. Mas tudo durou apenas 28 dias. No final, o governo de De Gaulle saiu vencedor. Para muita gente, o Maio de 68 foi apenas uma revolta. A verdade é que se transformou-se numa imensa Revolução de Mentalidades.

A TVI conta-lhe a história do Maio de 68, dia a dia, rua a rua, figura a figura, numa perspetiva (também) portuguesa. Depois das pedradas no charco desses dias de há 50 anos, nada voltou a ser como dantes…

“MAIO DE 68 – PEDRADAS NO CHARCO”, uma grande reportagem de Victor Bandarra, com imagem de João Pedro Matoso e edição de Miguel Freitas.

Repórter TVI, a não perder, no Jornal das 8, este sábado.

PARTILHA
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn